Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/61d72a21a95395686737c233
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Restauração anterior após fratura coronária por uso inadequado dos dentes: relato de caso

Bianca Matsumoto AMARAL, Régis Henke SCHEFFEL, MyleniTawane Balaba SAÚGO, Andressa Mioto STABILE, Daniela Fernandes CERON, Cláudia Cristina Delgado VIÇOSO, Heloisa Pedro FACINA, Débora Lopes Salles SCHEFFEL

Downloads: 0
Views: 34

Abstract

Introdução: O traumatismo dentário pode ocorrer de forma acidental ou intencional, incluindo o uso inadequado dos dentes como ferramentas para segurar, rasgar ou abrir objetos. Objetivos: Relatar um caso de restauração estética em dente anterior após fratura coronária por uso inadequado dos dentes. Conduta Clínica: Paciente de 8 anos, sexo masculino, compareceu à Clínica Odontológica da Universidade Estadual de Maringá - UEM, queixando-se que o “dente da frente estava quebrado”. Na anamnese, o paciente relatou que a fratura ocorreu durante uma tentativa de abrir uma garrafa com os dentes. O exame clínico revelou fratura coronária envolvendo esmalte e dentina do 21. Após seleção de cor das resinas compostas, foi confeccionada uma guia palatina com silicona de adição. Foi realizado bisel nas bordas da fratura, com ponta diamantada 2135 e o dente foi condicionado com ácido fosfórico 37%. Posteriormente, o sistema adesivo Adper Single Bond 2 foi aplicado. A porção palatina do dente foi reconstruída com uma fina camada de resina Z350 WE, com posterior inserção da resina Z350 A1D para confecção dos mamelos. A resina IRB foi colocada entre os mamelos para garantir o efeito de opalescência, seguida pela resina Z350 A1B e, finalmente, a resina CE Palfique LX5. Para acabamento e polimento, foram utilizados discos Soft Lex, flex cups, pontas e escova Jiffy, pasta Enamilize e roda de algodão. Resultados: As restaurações classe IV são procedimentos complexos que exigem uma técnica sensível, almejando alcançar cor e forma adequadas. O movimento de alavanca realizado para abrir garrafas com os dentes pode levar ao surgimento de trincas, fraturas, concussões, lesões de vasos sanguíneos e até à necrose pulpar asséptica. Conclusão: As restaurações após traumatismos envolvendo dentes anteriores devolvem estética, função e autoestima ao paciente. O uso inapropriado dos dentes deve ser desencorajado a fim de prevenir danos às estruturas dentárias e de suporte.

Keywords

Traumatismo dentário; odontopediatria; odontologia estética.
61d72a21a95395686737c233 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections