Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/61d72eeba9539569c8086b84
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Dinâmica óssea alveolar após extração dental em ratos submetidos à ingestão de café - estudo por meio de microscopia confocal a laser

Kaio dos SANTOS, Alexandre Rodrigues FREIRE, Beatriz Carmona FERREIRA, Isabella Andreazza de FREITAS, Roberta OKAMOTO, Felippe Bevilacqua PRADO, Ana Cláudia ROSSI

Downloads: 0
Views: 20

Abstract

Introdução: A dieta atua de forma crítica em todos os processos de cicatrização de feridas e conhecer os seus efeitos sobre o reparo ósseo alveolar são importantes para a Odontologia. A literatura mostrou que o café pode afetar o reparo ósseo alveolar. Objetivo: O objetivo do estudo foi investigar o efeito da ingestão do café na dinâmica óssea alveolar após extração dental por meio da microscopia confocal a laser. Material e método: Foram utilizados 8 ratos machos, linhagem Wistar, com 2 meses, que foram distribuídos em dois grupos, o Grupo Controle, em que foi mantida a dieta normal (água), e o Grupo Experimental com ingestão de café. Em ambos os grupos foi realizada a exodontia do incisivo superior direito. O fluorocromo calceína foi injetado aos 14 dias e o fluorocromo alizarina aos 28 dias nos ratos (ambos 25mg/kg). A eutanásia da amostra ocorreu 28 dias após o dia da exodontia. A maxila direita foi removida, processada e analisada em microscópio confocal a laser. Com as imagens obtidas, foram obtidas a taxa de aposição mineral e a área de osso alveolar marcada com calceína e alizarina. Resultados: Não houve diferença estatística significativa entre os grupos para a taxa de mineralização óssea (teste Mann Whitney, P=0,7756). Dados foram analisados com two-way ANOVA para comparar as diferenças entre os grupos (controle e café) e fluorocromos (calceína e alizarina); a interação entre os grupos não foi estatisticamente significativa, já a interação entre os fluorocromos foi (P<0,0001). A análise intragrupo mostrou diferença estatística significativa entre os fluorocromos injetados aos 14 dias (calceína) e aos 28 dias (alizarina) após a extração dental (teste de Tukey P<0,0001). No grupo café, houve uma tendência de haver uma diminuição da alizarina. Conclusão: Conclui-se que houve uma tendência de haver uma diminuição de osso renovado no grupo que ingeriu café, apesar de não ter sido significativa.

Keywords

Café; osso alveolar; extração dentária.
61d72eeba9539569c8086b84 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections