Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/604a1812a95395261b226442
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Eficácia da técnica de túnel associada a fibrina rica em plaquetas ou ao enxerto de tecido conjuntivo em recessões gengivais: estudo clínico

Marcela Iunes da SILVEIRA, Gustavo Patrício PASSOS, Laryssa Moraes MACHADO, Marco Thúlio Rocha SOARES, Thaisa Macedo Iunes CARRERA, Guilherme José Pimentel Lopes de OLIVEIRA, Noé Vital Ribeiro JUNIOR, Suzane Cristina PIGOSSI

Downloads: 0
Views: 25

Resumo

INTRODUÇÃO: O uso do enxerto de tecido conjuntivo é considerado padrão ouro no tratamento de recessões gengivais por garantir uma adequada cobertura radicular e aumento da espessura e comprimento da gengiva queratinizada. No entanto, a obtenção do enxerto de tecido conjuntivo está associada a maior morbidade pósoperatória. Nesse contexto, a utilização da fibrina rica em plaquetas tem sido proposta. OBJETIVO: O objetivo do estudo foi comparar e eficácia da técnica de túnel associada ao enxerto de tecido conjuntivo e a fibrina rica em plaquetas no tratamento de recessões gengivais múltiplas. MATERIAL E MÉTODO: Foram incluídos quatorze pacientes com recessões gengivais múltiplas bilaterais (Classe I e II de Miller) em incisivos, caninos e/ou prémolares na maxila. A técnica de túnel foi realizada em ambos os lados, no entanto em um lado foi utilizado o enxerto de tecido conjuntivo (grupo controle) e no outro a fibrina rica em plaquetas (grupo teste). Os parâmetros clínicos avaliados foram: altura da recessão gengival; profundidade de sondagem; nível de inserção clínica e espessura/ altura da gengiva queratinizada antes da cirurgia e após 1, 3 e 6 meses. RESULTADOS: Menor altura da recessão gengival (0.74 ± 0.86mm versus 1.14 ± 0.76mm) e nível de inserção clínica (2.70 ± 0.89 versus 2.98 ± 1.11) foram observados para o grupo controle em comparação ao grupo teste após 6 meses de acompanhamento (p<0.05). Maior espessura de gengiva queratinizada foi observada para o grupo controle em comparação ao grupo teste (1.67 ± 0.61mm versus 1.38 ± 0.55mm) após 3 e 6 meses de acompanhamento (p<0.95). Não foram observadas diferenças entre os grupos para o tempo de cirurgia, dor pós-operatória e padrão de cicatrização. CONCLUSÃO: O enxerto de tecido conjuntivo associado a técnica túnel apresentou resultados clínicos superiores a fibrina rica em plaquetas no tratamento de recessões gengivais múltiplas nesse estudo.

Palavras-chave

Gengiva; retração gengival; fibrina rica em plaquetas.
604a1812a95395261b226442 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections