Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/604a16e8a95395239703a893
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Uso de magnificação no treinamento odontológico pré-clínico: efeito sobre a atividade muscular

Júlia Margato PAZOS, Simone Cecílio Hallak REGALO, Paulo Batist

Downloads: 0
Views: 27

Resumo

Introdução: A dificuldade de acesso e visualização do campo operatório pode causar inadequação postural e, consequentemente, sobrecarga muscular. A utilização de magnificação pode ser uma estratégia para minimizar este problema. Objetivo: Avaliou-se o efeito de diferentes níveis magnificação da lupa Galilean sobre a atividade muscular durante a realização de procedimentos restauradores pré-clínicos. Material e Método: A variável dependente foi a atividade dos músculos esternocleidomastóideo, trapézio descendente e trapézio ascendente, de forma bilateral. A variável independente foi o sistema de magnificação: olho nu, lupa Galilean de 2,5x, 3,0x e 3,5x de aumento. Foram realizados preparos cavitários de Classe I em dentes artificiais (16, 26, 36 e 46) de um manequim (N=160). Para a análise da atividade muscular foi utilizada a eletromiografia de superfície. O local de colocação dos eletrodos foi preparado por meio de assepsia com álcool, no nível dos músculos estudados, assim como na região da proeminência do punho, onde foi colocado um eletrodo de aterramento. Atendidos os pressupostos, realizouse ANOVA a dois fatores com pós-teste de Tukey ou de Games-Howell (α=5). Resultados: A atividade muscular do esternocleidomastóideo direito não diferiu significativamente entre os sistemas de magnificação (p=0,986) e os dentes (p=0,870). A atividade do músculo esternocleidomastóideo esquerdo foi maior nos dentes 36 e 46 (p<0,01). Para o músculo trapézio descendente direito observou-se maior atividade no dente 46 (p=0,015) e olho nu (p=0,021). Para o trapézio descendente esquerdo observou- se maior atividade muscular para os dentes 16 e 26 (p<0,01). A atividade muscular do trapézio ascendente direito foi maior nos dentes 36 e 46 (p<0,01). Para o trapézio ascendente esquerdo observou-se maior atividade muscular no dente 46 (p<0,01). Conclusão: Conclui-se que a magnificação não influenciou a atividade muscular.

Palavras-chave

Ergonomia; preparo da cavidade dentária; eletromiografia.
604a16e8a95395239703a893 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections