Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/604a126ea953951877426ed3
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Ceratoacantoma em semimucosa labial inferior: diagnóstico e tratamento

Monica Moreno de CARVALHO, Maria Eduarda de Freitas Oliveira SANTANA, Luana Ferreira OLIVEIRA, Juliana Dela LÍBERA, Amanda Borges Vitorino CAMARGOS, Raika Larissa Freitas RODRIGUES, Carolini de Oliveira HERNANDES, Luciana Estevam SIMONATO

Downloads: 1
Views: 31

Resumo

O ceratoacantoma é uma lesão epitelial proliferativa benigna, de crescimento rápido, que na maioria dos casos, afeta regiões com maior exposição aos raios ultravioletas. Possui uma ligeira predileção pelo sexo masculino, raça branca e pessoas de meia idade. Seus fatores etiológicos são o tabaco, imunossupressão e trauma físico ou químico local. As características clínicas e histopatológicas do ceratoacantoma são semelhantes às do carcinoma de células escamosas (CEC) da pele, o que pode dificultar seu diagnóstico. O objetivo do presente trabalho é apresentar um relato de caso clínico de ceratoacantoma em semimucosa labial inferior. Paciente do sexo masculino, 69 anos de idade, leucoderma procurou o ambulatório da Associação dos Voluntários ao Combate ao Câncer (AVCC) do município de Fernandópolis/SP queixando de “bola na boca”. Durante a anamnese o paciente negou hábitos e doenças sistêmicas. Ao exame físico extrabucal verificou-se lesão arredondada medindo cerca de 6 cm no seu maior diâmetro, endurecida, coberta por uma crosta acastanhada no vermelhão do lábio inferior e com evolução de seis meses. Uma biópsia excisional com margem de segurança foi executada e o material coletado foi encaminhado para análise anatomopatológica, que confirmou o diagnóstico de ceratoacantoma. Não houve recidivas após acompanhamento por seis meses. Mediante o caso relatado, pudemos concluir que apesar de o ceratoacantoma ser uma lesão benigna ela apresenta potencial destrutivo do tecido, causando dor. Além disso, pode ser considerado um subtipo de lesão maligna, ressaltando a importância do cirurgião-dentista em realizar um correto diagnóstico e tratamento da lesão.

Palavras-chave

Ceratoacantoma; patologia; cirurgia.
604a126ea953951877426ed3 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections