Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/60491e65a953956f9204cbe3
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Facetas estéticas diretas e indiretas – revisão de literatura

Isabella Grippe da Silva PINHATARI, Adriana Oliveira SILVA

Downloads: 0
Views: 85

Resumo

Introdução: Atualmente, as facetas diretas e indiretas são parte importante na reabilitação estética bucal, sendo que cada vez mais pacientes e profissionais optam por essa modalidade de tratamento. As exigências estéticas atuais resultam numa procura constante, dos profissionais da odontologia, de conhecimento e aprimoramento da técnica. Objetivo: Este estudo teve como objetivo a comparação de porcelana e resina composta, na elaboração de facetas estéticas, analisando suas vantagens e desvantagens, indicações e contraindicações. Para a distinção da resina composta e da cerâmica avaliaram-se os seguintes parâmetros: cor, estética, adaptação marginal, retenção, biocompatibilidade, acabamento, resistência, preparação, sobrevivência clínica, potencial de reparação e o custo. Material e método: O presente estudo foi realizado por meio de pesquisa de artigos e livros publicados entre os anos de 2010 e 2019. Para tal, foram utilizadas as bases de dados Scielo, PubMed e portal de periódicos CAPES. Resultado: A utilização de facetas de porcelana permite um tratamento com maior longevidade clínica, resistência à fratura, estabilidade da cor, além de estética e biocompatibilidade. Já as facetas de resina composta apresentam instabilidade de cor, porém, possuem vantagens como a possibilidade de reparação, preparação mais conservadora do dente, resistência à abrasão, e também um baixo custo. Conclusão: Assim, torna-se imprescindível que a escolha do material utilizado na confecção de facetas seja em função da especificidade de cada caso.

Palavras-chave

Estética dentária; resinas compostas; facetas dentárias.
60491e65a953956f9204cbe3 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections