Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/60491318a953952c341ab714
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Avaliação in vitro da associação de dentifrícios e enxaguatórios bucais sobre a desmineralização do esmalte dentário

Amanda SCARPIN GRUBA, Marcelle DANELON, Gabriel PEREIRA NUNES, Francyenne Maira CASTRO GONÇALVES, Alberto Carlos BOTAZZO DELBEM

Downloads: 1
Views: 71

Resumo

O declínio de cárie dentária nas últimas duas décadas tem sido atribuído ao amplo uso de fluoretos. Duas formas de apresentação são os dentifrícios e enxaguatórios bucais fluoretados, de grande uso pela população. O objetivo deste estudo foi avaliar in vitro a capacidade da associação de meios entre dentifrícios fluoretados e enxaguatórios bucais suplementados ou não com trimetafosfato de sódio (TMP), em reduzir a desmineralização do esmalte dentário. Blocos bovinos (n = 60) foram selecionados pela dureza de superfície inicial (SHi) e a seguir divididos em 5 grupos experimentais (n = 12): 1) Dentifrício sem F/TMP (Placebo); 2) Dentifrício 1100 ppm F (1100F), 3) Dentifrício 1100F associado a um enxaguatório bucal com 100 ppm F (1100F-100F), 4) Dentifrício 1100F associado a um enxaguatório bucal com 225 ppm F (1100F-225F) e 5) Dentifrício 1100F associado a um enxaguatório bucal com 100 ppm F suplementado com 0,4% TMP (1100F-100F-TMP). Os blocos foram tratados com 2mL de slurry de dentifrícios e e enxaguatórios bucais 2x/dia, sendo submetidos a 5 ciclagens de pH durante 7 dias. Após a ciclagem de pH determinou-se a dureza de superfície final (SHf) para o cálculo da porcentagem de perda de dureza de superfície (%SH). Os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA-1-critério) seguido pelo teste StudentNewman-Keuls (p 0,001). Blocos tratados apenas com 1100F apresentaram à maior %SH quando comparado aos demais tratamentos (1100F-100F; 1100F-225F; 1100F-100F-TMP) (p > 0,001). Conclui-se que a associação de dentrifrícios e enxaguatórios promoveu um efeito inibitório maior contra a desmineralização do esmalte quando comparado ao dentifrício, e que a suplementação de TMP no enxaguatório de 100F obteve efeito similar a um enxaguatório de 225F.

Palavras-chave

Esmalte dentário; fluoreto; fosfato.
60491318a953952c341ab714 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections