Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/60491278a953952067095962
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

O fluxo digital na Odontologia contemporânea: relato de caso

Alana SEMENZIN RODRIGUES, Adriana Cristina ZAVANELLI, Caroline DOUSSEAU, José Vitor QUINELLI MAZARO

Downloads: 0
Views: 127

Resumo

Introdução: Para superar as dificuldades associadas às técnicas convencionais, as tecnologias de moldagem com IOS (scanner intraoral), sensores e CAD / CAM (design e fabricação auxiliados por computador) foram desenvolvidas para a otimização do tempo de trabalho, maior precisão e previsibilidade de reabilitações orais e conforto do paciente. Enquanto a Odontologia digital vem ganhando cada vez mais espaço na prática clínica, os sistemas cerâmicos se beneficiam com o refinamento estético final. Objetivo: Um caso clínico, abordando o auxílio do fluxo digital na execução da reabilitação de restaurações cerâmicas adesivas. Conduta Clínica: Paciente do sexo masculino, 52 anos, com agenesia de primeiros pré-molares superiores, que buscou atendimento queixando-se da alteração de cor das restaurações em resina composta e fraturas, além da parafunção. Apresentadas alternativas de tratamento após avaliação clínica, dos exames de imagens e da anamnese, o paciente, em conjunto com a equipe odontológica, optou por realizar as restaurações cerâmicas, tendo que já havia substituído as restaurações diretas por diversas vezes. Resultado: Foram restaurados 8 elementos em cerâmica de dissilicato de lítio fresado e monolítico (E-max CAD – Ivoclar Vivadent) realizado no workflow digital completo, utilizando o scanner da CEREC Omnicam, da Dentsply Sirona que apresenta fácil manipulação e digitalização sem pó em cores e do arco de forma rápida e precisa. Resultando na harmonia de forma e cor, adaptação das restaurações cerâmicas ao periodonto, além da satisfação do paciente. Para a manutenção dos trabalhos feitos, o controle da parafunção deve ser acompanhado, com a indicação de uso de placa oclusal estabilizadora, como também o uso de aplicativo e aconselhamento. Conclusão: as reabilitações orais aliadas as novas tecnologias devem respeitar o conhecimento técnico-científico, promovendo estética e função adequadas.

Palavras-chave

Tecnologia odontológica; workflow digital; oclusão dentária traumática.
60491278a953952067095962 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections