Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/5dee43fa0e88255346b5f733
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Influência da incorporação de vidro bioativo na umectabilidade de diferentes sistemas adesivos

Joatan Lucas de Sousa Gomes COSTA, João Felipe BESEGATO, Eran Nair Mesquita de ALMEIDA, Tatiane Miranda MANZOLI, Hermes PRETEL, Alessandra Nara de Souza RASTELLI

Downloads: 0
Views: 90

Resumo

Introdução:  Vidros bioativos vêm sendo desenvolvidos e devido as suas características remineralizadoras e antimicrobianas, se tornam interessantes análises desses materiais em prol da odontologia. Objetivo: O presente estudo teve como objetivo avaliar a umectabilidade de três sistemas adesivos que tiveram adição de diferentes concentrações de micropartículas de vidrobioativo F-18. Material e Método:  Os sistemas adesivos Adper TMScotch TMBond Multi Purpose (A), Adper TMSingle Bond (3M ESPE) (S), e Clearfil SE Bond (Kuraray) (C) foram modificados com concentrações de 0 (controle), 1, 2 e 5% de vidro bioativo F-18. Sessenta incisivos bovinos (n=60-Comitê de Ética no Uso de Animais da Faculdade de odontologia de Araraquara-FOAr), protocolo número 30/2017, foram seccionados (13x7x2mm) e inclusos em PVC para o teste da umectabilidade. Os sistemas adesivos modificados ou não foram dispensados sobre as superfícies dentinárias de dentes bovinos, e os ângulos de contato foram mensurados por meio do goniômetro Optical Contact Angle Measurements OCA20. Os resultados foram obtidos e analisados pelo teste de Análise de Variância ANOVA (2 fatores) com pós teste Tukey. Resultados: Foi observado que não houve diferenças entre os grupos controle e modificados (p>0,05) e que os valores do sistema adesivo A apresentaram-se maiores que os dos sistemas adesivos S e C (p0,05), tendo os seguintes valores: A0-44.5±8.0, A1-39.2±7.4, A2-48.2±6.8, A5-45.3±6.8, S0-28.7±7.7, S1-40.4±6.1, S2-29.0±5.7, S5-29.1±7,61,C0-28.7±6.3, C1-31.9±10.8, C2-37.8±12.3, C5-35.2±12.0. Conclusão: Pôde-se concluir que a adição de micropartículas de vidro bioativo F-18 não prejudicaram a propriedades avaliadas nos diferentes sistemas adesivos, se tornando uma possível à associação dos mesmos

Palavras-chave

Adesivos dentinários; Vidro; Materiais biocompatíveis
5dee43fa0e88255346b5f733 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections