Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/5dee40e30e8825753cb5f734
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Avanço maxilomandibular, uma abordagem efetiva para apneia obstrutiva do sono

Apneia Obstrutiva do Sono; Procedimentos Cirúrgicos Ortognáticos; Transtornos Respiratórios

Downloads: 0
Views: 190

Resumo

Introdução:  A apneia obstrutiva do sono é um distúrbio respiratório multifatorial caraterizado pela interrupção repetitivada respiração durante o sono, provocado por uma obstrução anatômica em diferentes sítios da via aérea superior. Dentre suas principais consequências, destaca-se: o aumento do risco de doença cardiovascular, acidentes de trânsito e deterioração na qualidade de vida. Diversas abordagens cirúrgicas tem sido desenvolvidas com o objetivo de minimizar e tratar a patologia, porém o avanço maxilomandibular é o único procedimento que possibilita a correção de múltiplos sítios anatômicos, atuando tanto no tecido mole como ósseo. Objetivo: Apresentar um caso de apneia obstrutiva do sono tratado por meio de avanço maxilomandibular. Relato de caso: Paciente masculino, 42 anos, que buscou o serviço de otorrinolaringologia e foi diagnosticado ser portador apneia obstrutiva do sono. O exame de sonoendoscopia demostrou uma obstrução na área de palato mole e base de língua. A polisonografia inicial apresentou um índice de apneia-hipoapneia de 64,5; e a menor saturação de oxigênio de 78%. Além do relatado acima, o paciente descreve durante o exame clínico extremo cansaço e sonolência diurna. Foi então proposto e aceito pelo paciente o tratamento por meio do avanço maxilomandibular com rotação anti-horária do plano oclusal, associado a mentoplastia de avanço, septoplastia e turbinectomia. Após 1 ano de pós-operatório a polisonografia mostrou uma diminuição do índice de apneia-hipoapneia para 19 e menor saturação de oxigênio de 80%. Depois de 3 anos de pós-operatório o mesmo relata melhora na qualidade da vida e do sono, e encontra-se satisfeito com o aspecto facial obtido. Conclusão: Portadores de apneia obstrutiva do sono que apresentem obstruções anatômicas na orofaringe e hipofaringe, e alterações da arquitetura facial serão beneficiados pelo tratamento com avanço maxilomandibular.

Palavras-chave

Apneia Obstrutiva do Sono; Procedimentos Cirúrgicos Ortognáticos; Transtornos Respiratórios
5dee40e30e8825753cb5f734 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections