Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/5880194d7f8c9d0a098b50b6
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Eficácia da irrigação ultrassônica passiva na eliminação de Enterococcus faecalis do sistema de canais radiculares

Chávez-Andrade, G. M.; Tanomaru-Filho, M.; Faria-Junior, N. B.; Watanabe, E. R.; Guerreiro-Tanomaru, J. M.

Downloads: 10
Views: 1307

Resumo

A irrigação endodôntica visa limpeza e desinfecção do sistema de canais radiculares (SCR). O objetivo deste estudo foi avaliar ex vivo a eficácia da Irrigação Ultrassônica Passiva (IUP) em dentes contaminados com E. faecalis. Foram utilizadas 75 raízes de dentes unirradiculares humanos extraídos. Após preparo biomecânico, os canais radiculares foram contaminados com E. faecalis (ATCC 29212) e incubados a 37ºC durante 21 dias. Os espécimes foram divididos em 5 grupos de acordo com o método de irrigação: G1- IUP + solução salina (SS), G2- IUP + NaOCl 1%, G3- Irrigação manual (IM) + SS, G4- IM + NaOCl 1%, G5- controle (sem irrigação). Foram realizadas três coletas microbiológicas: inicial, após 21 dias de contaminação do canal; imediatamente após irrigação e final, após 7 dias. Os dados transformados em Log10 foram submetidos aos Testes de ANOVA e Tukey (5%). A coleta pós-irrigação não mostrou diferença significante entre G1 e G3 nem entre G2 e G4 (p > 0,05), mas G2 e G4 foram diferentes de G1 e G3, apresentando valores menores de UFC comparado aos demais grupos (p < 0,05). Houve diferença significante entre a coleta inicial e pós-irrigação e entre pós-irrigação e a final (p < 0,05) em todos os grupos, exceto no grupo controle. A IUP ou IM associada à solução de NaOCl 1% contribuem para a desinfecção, mas não eliminam E. faecalis do SCR.

Palavras-chave

Endodontia; Enterococcus faecalis; ultrassom.
5880194d7f8c9d0a098b50b6 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections