Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/588019407f8c9d0a098b506c
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Alterações da superfície da liga Ti6Al4V em meios agressivos

Miotto, L. N.; Vaz, L. G.; Olbera, A. C. G.; Ribeiro, A. L. R.; Fais, L. M. G.

Downloads: 1
Views: 933

Resumo

Os conjuntos implantes-componentes protéticos são confeccionados a partir de titânio e Ti-6Al-4V, porém, há indícios de que o alumínio e o vanádio são tóxicos e estão relacionados com citotoxicidade e doenças neurológicas, quando presentes na forma de íons metálicos no organismo. Sabe-se que todos os metais estão sujeitos à corrosão em meios agressivos e, assim, à liberação de íons e também à alteração de suas propriedades. Este estudo in vitro avaliou o efeito da imersão em saliva artificial e solução fluoretada (NaF, 1500 ppm F–, pH 5,3) sobre a rugosidade média (Ra) e a dureza Vickers de superfícies de Ti-6Al-4V, durante períodos equivalentes a 5 e 10 anos. Os resultados foram comparados por meio dos testes de Kruskal-Wallis e Student Newman Keuls (α = 0,05). Inicialmente, tanto os valores de Ra (p = 0,08) como os de dureza (p = 0,30) foram estatisticamente semelhantes entre os grupos. A imersão em saliva artificial não alterou as propriedades (p > 0,05), porém a imersão em NaF durante 244h (10 anos) aumentou a Ra (p = 0,03) e diminuiu a dureza (p = 0,003). Conclui-se que os íons fluoreto modificaram a superfície do Ti-6Al-4V e que, provavelmente, estão associados com a corrosão da liga e liberação de íons metálicos, o que motiva a realização de testes de corrosão e, posteriormente, avaliação da liberação destes íons em estudos in vivo.

Palavras-chave

Titânio; fluoreto de sódio; propriedades de superfície.
588019407f8c9d0a098b506c rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections