Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/588018f97f8c9d0a098b4ef1
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

Socioeconomic profile of students graduating from courses of technical and oral health auxiliary

Perfil socioeconômico dos alunos concluintes dos cursos de auxiliar e técnico em saúde bucal

Leite, Dayane Franco Barros Mangueira; Farias, Isabela Albuquerque Passos; Costa, Antônio de Pádua Cavalcante da; Barbosa, Lise Emily de Oliveira; Muniz, Isis de Araújo Ferreira; Muniz, Iris de Araújo Ferreira

Downloads: 0
Views: 525

Abstract

Introduction: The evolution of the dental profession has showed the need for work of auxiliary personnel to rationalization of work, promoting oral health policies in the transformation of dental practice. Objective: Evaluate the socioeconomic profile of students completing of the technical and auxiliary in oral health courses, as well as to investigate their expectations about the job market. Material and method: The sample was comprised by 131 students attending the last subjects of the courses. A questionnaire was given pre-established. Descriptive analyses were realized with absolute and percentage values. Result: The statistical analysis showed a predominantly female, single, average 28 ± 6.6 years, low purchasing power and a prevalence of auxiliary on technical. We also observed that 100% of students did not use drugs, 97.7% were non-smokers and 90.8% did not consume alcohol frequently. Conclusion: The sociodemographic profile of these future professionals is predominantly female, single, average of 28 years, low income, intended to enter in the university. The expectations regarding the labor market is positive, since the students said the course is intended for the profession, and expect a financial improvement, because the salary exceeds the familiar income.

Keywords

Dental auxiliaries, credentialing, job market.

Resumo

Introdução: Em razão da evolução da profissão odontológica, surgiu a necessidade de utilização de pessoal auxiliar promovendo a racionalização do trabalho, o que favoreceu as políticas de Saúde Bucal na transformação da prática odontológica. Objetivo: Avaliar o perfil socioeconômico dos alunos concluintes dos cursos de Auxiliar e Técnico em Saúde Bucal (ASB e TSB), assim como investigar suas expectativas diante do mercado de trabalho. Material e método: A amostra foi constituída de 131 alunos cursando as últimas disciplinas dos cursos. Foi aplicado um questionário pré-estabelecido. Foi realizada análise descritiva dos dados, com valores absolutos e percentuais. Resultado: A análise estatística dos dados revelou um predomínio do gênero feminino, do estado civil solteiro, com média de 28 ± 6,6 anos, baixo poder aquisitivo e uma prevalência de ASB sobre TSB. Observou-se também que 100% dos alunos não faziam uso de drogas, 97,7% não eram fumantes e 90,8% não consumiam bebidas alcoólicas frequentemente. Conclusão: O perfil socioeconômico desses futuros profissionais apresenta-se com predomínio do gênero feminino, estado civil solteiro, média de 28 anos, baixo poder aquisitivo e há pretensão de ingressar na universidade. A expectativa em relação ao mercado de trabalho é positiva, visto que os formandos afirmaram que o curso é voltado para o exercício da profissão, além de esperarem uma melhoria financeira, pois o salário almejado supera a renda familiar.

Palavras-chave

Auxiliares de odontologia, qualificação profissional, mercado de trabalho.

References



1. Paranhos LR, Tomasso S, Ricci ID, Siqueira DF, Scanavini MA. Atribuições e implicações legais dos profissionais auxiliares da odontologia: visão do próprio auxiliar. RGO. 2009;57:77-85.

2. Sales CVM, Pinto AEA, Cavalcante AL, Lucas RSCC, Lins SD. Delegação de funções ao pessoal auxiliar odontológico pelos cirurgiões‑dentistas da cidade de Campina Grande – PB. Rev Ciênc Méd Biol. 2007;6:47-53.

3. Conselho Federal de Odontologia. Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia. Resolução CFO‑63/2005 [citado em 2011 Maio 10]. Disponível em: http://www.cfo.org.br.

4. Frazão P. A participação do pessoal auxiliar odontológico na promoção da saúde bucal. Rev Odontol Univ São Paulo. 1998;12:329-36.

5. Queluz DP. Perfil dos profissionais auxiliares da odontologia e suas implicações no mercado de trabalho. Rev Odonto Ciênc. 2005;20:270-80.

6. Paranhos LR, Ricci ID, Tomasso S, Salazar M, Siqueira DF. Análise da relação entre o cirurgião-dentista e o pessoal auxiliar. Rev Odonto Ciênc. 2008;23:365-70.

7. Rodrigues MP. O Perfil dos Profissionais de Saúde Bucal dos Serviços de Saúde Pública do Rio Grande do Norte [citado em 2007 Jul 2]. Disponível em: http://www.observatorio.nesc.ufrn.br/texto_perfil03.pdf.

8. Rosa JE, Madeira AA. Participação da mulher na odontologia catarinense. Rev Catarinense Odontol. 1980;7:19-25. PMid:6939039.

9. McEwen EN, Seward MH. The contribution of women to dentistry in the 1980s. Br Dent J. 1988; 165: 339-41. PMid:3203028. http://dx.doi.org/10.1038/sj.bdj.4806621

10. Kovaleski DF, Boing AF, Freitas SFT. Recursos humanos auxiliares em saúde bucal: retomando a temática. Rev Odontol UNESP. 2005; 34: 161-5.

11. Lazeris AM, Calvo MCM, Regis Filho GIA. Formação de recursos humanos em odontologia e as exigências do setor público – uma contribuição para serviços de saúde públicos e de qualidade. Rev Odonto Ciênc. 2007;22:166-76.

12. Bonan PRF, Almeida LY, Carvalho FMC, Brito Junior M, Silva MS, Martelli DRB. Perfil de técnicos em higiene dental quanto à prática profissional, à educação permanente e ao trabalho em serviço público. Rev Odonto Ciênc. 2009;24:180-5.

13. Teixeira RF, Souza RS, Buaiz V, Siqueira MM. Uso de substâncias psicoativas entre estudantes de odontologia da Universidade Federal do Espírito Santo. Ciênc Saúde Coletiva. 2010;15:655-62. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000300007

14. Carvalho AMP, Cunningham J, Strike C, Brands B, Wright MGM. Normas percebidas por estudantes universitários de três carreiras, da área da saúde, sobre o uso de drogas entre seus pares. Rev Latinoam Enferm. 2009;17:900-6. PMid:20011919. http://dx.doi.org/10.1590/ S0104-11692009000700022

15. Galduróz JCF, Sanchez ZVDM, Opaleye ES, Noto AR, Fonseca AM, Gomes PLS, et al. Fatores associados ao uso pesado de álcool entre estudantes das capitais brasileiras. Rev Saúde Pública. 2010;44:267-73. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102010000200006

16. Malcon MC, Menezes AMB, Assunção MCF, Neutzling MB, Challal P. Efetividade de uma intervenção educacional em tabagismo entre adolescentes escolares. Rev Bras Epidemiol. [online]. 2011;14 (1):63-72. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2011000100006

17. Lucas ACS, Parente RCP, Picanço NS, Conceição DA, Costa KRC, Magalhães IRS, et al. Uso de psicotrópicos entre universitários da área da saúde da Universidade Federal do Amazonas, Brasil. Cad Saúde Pública. 2006;22:663-71. http://dx.doi.org/10.1590/S0102- 311X2006000300021
588018f97f8c9d0a098b4ef1 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections