Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/588018877f8c9d0a098b4cb4
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

Conhecimento, experiência e percepção do estudante de Odontologia acerca do técnico em higiene dental

Dental students’ knowledge, experience and perception on the dental hygienist

Nunes, F.C.S.; Freire, M.C.M.

Downloads: 0
Views: 686

Abstract

O objetivo deste estudo é identificar o conhecimento, a experiência e a percepção dos estudantes de Odontologia acerca do técnico em higiene dental (THD). O método consiste em um estudo transversal, utilizando-se questionário auto-aplicável em uma amostra de estudantes de duas das três faculdades existentes no estado de Goiás, Brasil. As variáveis estudadas foram: características demográficas; ano cursado; conhecimentos a respeito da formação, atribuições, habilitação e regulamentação da profissão de THD; experiência acadêmica, e percepções (opiniões e intenções) em relação ao THD. A amostra final foi constituída de 387 estudantes (taxa de resposta = 79,1%). Obtiveram-se os seguintes resultados: a maioria (79,3%) relatou que já havia ouvido falar acerca do THD. Foi identificada deficiência nos conhecimentos a respeito das atribuições, formação e regulamentação da profissão. A maior parte dos estudantes relatou que já teve conteúdos a respeito do THD em aulas teóricas na faculdade, porém nunca teve atuação prática com este profissional. As opiniões em relação ao THD foram positivas. O conhecimento geral, as informações acerca das atribuições e a importância dada ao THD aumentaram conforme o ano cursado (p < 0,05). As conclusões indicam que os estudantes apresentaram deficiências nos conhecimentos, pouca atuação prática, opiniões favoráveis e pouca intenção de trabalhar com o THD no futuro.

Keywords

Estudantes de Odontologia, técnico em higiene dental, conhecimentos, atitudes e prática em saúde.

Resumo

To identify knowledge, experience and perception of dental students regarding the dental hygienist (DH). A cross-sectional study was carried out using a self-applicable questionnaire in a sample of students from two of the three dental schools in State of Goiás, Brazil. Variables studied were demographic data; school grade; students’ knowledge on the DH’s qualification, attributions, legal aspects and regulation of the profession; their academic experience; and their perception (opinions and intent) towards the DH. The final sample was based on 387 students (response rate = 79.1%). The majority (79.3%) reported they had heard about the DH. However, there was a gap in their knowledge on the attributions, requirements and regulation of the profession. Regarding academic experience, most students reported they had learnt about the subject in lecture classes at the faculty, but had no practical experience with this kind of professional. Opinions about the DH were positive. General knowledge, information on the attributions and the importance given to the DH increased with school grade (p < 0.05). Students had deficiences in their knowledge, little practical experience, favorable opinions and little intent to work with the DH in the future.

Palavras-chave

Dental students, dental hygienist, health knowledge, attitudes, practice

References



1. Brasil. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CES nº 3 de 19 de fevereiro de 2002. DO 1 de 04/04/2002. p. 10.

2. Morita MC, Kriger L. Mudanças no curso de odontologia e a interação com o SUS: o conceito de saúde explicitado na Constituição e os princípios que nortearam a criação e implantação do SUS são fundamentais na definição das Diretrizes Curriculares dos cursos da área de saúde. Rev ABENO. 2003;4:17-21.

3. Pezzato LM. Formação para o pessoal auxiliar em odontologia, no Brasil: contribuição ao tema. Ação Coletiva. 1999;1:35-40.

4. Brasil. Deputado Rubens Otoni (PT/GO). Projeto de lei nº 1140 de 2003. DO de 08/05/2003.

5. vanWyk CW, Faul K, Stander I. Wat weet tandheelkundestudente aan die Universiteit van Stellenbosch van die opleiding en funksies van mondhigiëniste? SADJ. 2000;55:142-50.

6. Pezzato LM, Cocco MIM. O técnico em higiene dental e o atendente de consultório dentário no mundo do trabalho. Rev Saúde Debate. 2004;28:212-9.

7. Leite IN, Pinto VG. Odontologia: um mercado cativo? RGO. 1983;31:41-6.

8. Frazão P, Castellanos RA. La participación del personal auxiliar de odontologia em los sistemas locales de salud. Rev Panam Salud Publica. 1999;5:106-15.

9. Fung D, Schwarz E, Fhkam ACH, Tong RDH, Wong MCM. Dental hygienists in Hong Kong: present and future status. J Dent Hyg. 1996;70:66-70.

10. Maciel CF, Barcellos LA, Miotto MHMB. Perfil dos cirurgiões-dentistas do Programa de Saúde da Família da Grande Vitória- parte II. UFES Rev Odontol Vitória. 2007;9:20-5.

11. Ribeiro ES, Fischer GE, Marques MCM. Perfil do técnico em higiene dental em Minas Gerais. Rev CROMG. 1999;5:164-71.

12. Sbravati RS, Meneghim MC, Pereira AC. THD no mercado de trabalho. Uma realidade? ROBRAC: Rev Odontol Brasil Central. 1999;8:37-9.

13. Serra MC, Garcia PPNS. Delegação de funções: utilização de pessoal auxiliar na clínica odontológica. Rev ABO Nac. 2002;10:98-104.

14. Silva RF, Monini AC, Daruge Júnior E, Francesquini Júnior L, Lenza MA. Utilização de auxiliares odontológicos em ortodontia: implicações éticas e legais. Rev Dent Ortodon Ortop Facial. 2006;11:121-8.

15. Mason D. The changing role of the dentist. Br Dent J. 1994;176:5-9.

16. Fagundes NC, Burnham TF. Discutindo a relação entre espaço e aprendizagem na formação de profissionais de saúde. Interface - Comunic Saúde Educ. 2004/2005;9:105-14.

17. Schönwetter DJ, Lavigne S, Mazurat R. Students’ perceptions of effective classroom and clinical teaching in dental and dental hygiene education. J Dent Educ. 2006;70:624-35.

18. Narvai PC. Em defesa do técnico em saúde bucal. Divulg Saúde Debate. 1991;1:27-34.

19. Pezzato LM, Monteiro MI, Bagnato MHSB. Processos de formação do técnico em higiene dental e do auxiliar de consultório dentário, no Brasil: algumas memórias. Odontol Soc. 2007;9:39-49.

20. Basting RT, Cerqueira AMC, Pereira AC, Meneghim MC, Corrente JE. Avaliação clínica de uma resina composta modificada por poliácido, utilizada como selante oclusal, quando aplicada por dentista, THD e graduando. Rev Odontol Univ São Paulo. 1999;13:111-7.

21. Bader JD. Auxiliary turnover in 13 dental offices. J Am Dent Assoc. 1982;104:307-12.

22. Gallagher JL, Wright D. A. General dental practitioners’ knowledge of and attitudes towards the employment of dental therapists in general practice. Br Dent J. 2003;194:37-41.

23. Lazeris AM, Calvo MCM, Regis Filho GI. A formação de recursos humanos em odontologia e as exigências do setor público – uma contribuição para serviços de saúde públicos e de qualidade. Rev Odonto Ciência. 2007;22:166-76.

24. DeAngelis S, Goral V. Utilization of local anesthesia by Arkansas dental hygienists, and dentists’ delegation/ satisfaction relative to this function. J Dent Hyg. 2000;74:196-204.
588018877f8c9d0a098b4cb4 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections