Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/588017977f8c9d0a098b47e6
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

Experiência e Distribuição da Cárie Dentária entre Crianças de 2 a 5 Anos

Experience and distribution of dental cavity in children between 2 to 5 years old

Lira, C.C.; Moraes, E.S.; Thomaz, E.B.A.F.; Ely, M.R.; Valença, A.M.G.

Downloads: 0
Views: 382

Resumo

No presente estudo foi avaliada a experiência de cárie e sua distribuição na dentição decídua de 989 crianças de 2 a 5 anos, matriculadas em creches das cidades de Aracaju (SE), Bayeux (PB), João Pessoa (PB) e Recife (PE). Os dados foram obtidos por meio da inspeção visual. Os resultados mostraram que a experiência de cárie entre as meni nas (44% n = 468) não foi significativamente diferente da observada no sexo masculino (42% n = 521) p>0,05. Em acréscimo, a experiência de cárie mostrou um aumento significativo com o avanço da idade (p<0,01). Em relação aos dentes mais afetados pela cárie, os molares decíduos (superiores e inferiores) apre sentaram-se mais atingidos do que os dentes anteriores (p<0,01). Concluiu-se que, na amostra estudada, as crianças do sexo feminino tiveram experiência de cárie semelhante às do sexo masculino; o número de crianças afetadas pela cárie foi maior nas crianças de idade mais elevada; os dentes mais afetados pela cárie foram os posteriores; não foram alcançadas, na amostra estuada, as metas da Organização Mundial da Saúde para o ano 2000; a realidade epidemiológica encontrada apontou a necessidade da elaboração de programas que possibilitem a diminuição da prevalência de cárie dentária, ainda na dentição decídua em desenvolvimento.

Palavras-chave

cárie dentária, dentição decídua/prevenção

Abstract

In the present study it was evaluated caries experience and its distribution in deciduous dentition of 989 children of 2 to 5 years-old, enrolled in nurseries from the cities of Aracaju (SE), Bayeux (PB), João Pessoa (PB) and Recife (PE). The data were obtained through the visual inspection. The results showed that caries experience in children of female gender (44%) wasn't significantly different of those observed in males (42%) p>0.05. In addition, the caries experience showed a significant increase with age (p<0.01). The deciduous molars (superior and inferior) were more affected by caries than the anterior teeth (p<0.01). From the results in the ana lyzed sample, it was concluded that: a) female and male children had similarcaries experience; b) older children were more affected by caries then youngest ones; c) the molars were the most affected by caries lesions; d) considering the sample studied, the World Health Organization goals were not reached for the year 2000; e) the epidemiological data found shows the necessity of elaborated programs that allow the decrease of dental caries prevalence in development deciduous dentition.

Keywords

Dental caries, deciduous dentition/prevention
588017977f8c9d0a098b47e6 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections