Revista de Odontologia da UNESP
https://revodontolunesp.com.br/article/588017597f8c9d0a098b46a8
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

Sequência e cronologia da erupção de caninos e pré-molares. Estudo em escolares na faixa etária de 10 a 15 anos

Sequency and chronology of cuspids and bicuspids eruption. Study in students between 10 and 15 years

Galvão, C.A.A.N.

Downloads: 12
Views: 2502

Resumo

O autor estudou a cronologia e a sequência da erupção de caninos e pré-molares numa amostra de crianças na faixa etária de 10 a 15 anos, de ambos os sexos. Foram examinados 401 escolares das zonas urbana e rural da cidade de Araçatuba, São Paulo. Os resultados são comentados e comparados com os outros pesquisadores. Com respeito à cronologia, foi observada alguma variabilidade da erupção em relação à idade civil sem, entretanto, distanciar-se das tabelas usuais. Ficou constatado que, de maneira geral, os dentes permanentes das crianças do sexo feminino erupcionam mais precocemente do que no masculino. Concluiu-se que a seqüência mais freqüente foi aquela considerada ideal pela maioria dos ortodontistas, ou seja, para o arco inferior, os caninos antecedendo os primeiros, e, em seguida, os segundos pré-molares, e para o arco superior os primeiros pré-molares, seguido dos segundos pré-molares, irrompendo antes dos caninos.

Palavras-chave

Erupção dentária, cronologia e sequência de erupção

Abstract

The author studied the chronology and the order of eruption of cuspids and bicuspids among students between 10 and 15 years of age, of both sexes. A total of 401 students of urban or rural zones of Araçatuba, State of São Paulo, were examined. The results were analysed and compared to other previous reports. It was concluded that the most frequent sequency was that considered the ideal by orthodontists, that is, for the lower arch the cuspids preceed the first and the second bicuspids; for the upper arch the first bicuspids preceed the second bicuspids, and both prior to cuspids. It was observed that the permanent teeth erupt earlier in females than in males.

Keywords

Tooth eruption, time of tooth emergence, sequence of eruption

References



1. ABRAMOWICZ, M. Contribuição para o estudo da cronologia da erupção dos dentes permanentes em judeus do grupo étnico Ashkenazim, de níveis socioeconêmicos elevados. Sua aplicação na estimativa da idade. Rev. Odont. S. Paulo. v. 2, p. 91-146, 1964.

2. AMMON, I.O.N. Contrihuição ao estudo da cronolo~ia e seqüências eruptivas dos dentes pemwnentes em escolares de Florianópolis. Florianópolis: U.F.S.C., 1975. Tese (Doutorado). Fac. Odontologia, Universidade Federal de Santa Catarina, 1975.

3. ARBENZ, G.O., ABRAMOWICZ, M. Contribuição para o estudo da seqüência e cronologia de erupção dos dentes permanentes. Estudo comparativo entre brasileiros brancos e judeus Ashkenazim da cidade de S. Paulo. Rev. Fac. Odont. S. Paulo, v. 2, p. 221-34, 1964.

4. BANDEIRA-SANTOS, l., RUMMLER, M.C. Cronologia da erupção dos dentes permanentes em escolares baianos, leucodermos nível socioeconômico médio-alto. Odontoló~o Mod., v. 11, p. 26-34,1984.

5. BlORK, A., HELM, S. Prediction of the age maximum puberal growth in body height. Anf?le Orthod., v. 37, p. 134-43, 1967.

6. BROOK, A.H., BARKER, D.K. Eruption of teeth among the racial groups of Eastern New Guinea: A correlation of tooth cruption with calendar age. Archs. oral Biol., v. 17, p. 751-59, 1972.

7. CAMPOS, S.N. Cronologia e seqüência da erupção dos dentes permanentes. Um estudo em escolares brancos de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto: USP, 1967. Tese (Mestrado) Fac. Odontologia, Universidade de São Paulo, 1967.

8. CLEMENTS, E.M.B., DAVIES-THOMAS, PICKETT, K.G. Time of eruption of permanent teeth in British children. Brit. medo J., V. 1, p. 1421-7,1953.

9. CLEMENTS, E.M.B., DAVIES-THOMAS E., PICKETT, K.G. Order of eruption of permanent teeth in British children at Independent, Rural and Urban Schools. Brit. med.J., v. 1, p. 1511-3, 1957.

10. CORREA, A.C.F. Contribuição para o estudo da cronologia eruptiva dos dentes permanentes em escolares brasileiros da cidade de Piracicaba. Piracicaba: UNICAMP,

1964. Tese (Doutorado) - Piracicaba Universidade de Campinas, 1964.

11. DEMIRJIAN A., LEVESQUE, G.Y. Sexual differences ind ental development and prediction of emergence. J. dento Res., v. 59, p. 1110-22, 1980.

12. FREITAS, l.A.S., ALVARES, L.C., LOPES, E.S. Aspectos da cronologia de erupção dos dentes permanentes em crianças brasileiras, brancas de terceira geração. Estomat. & Cul~v.4,p.201-8, 1970.

13. GARN, S.M., ROHMANN, C. Interaction and nutrition and genetics in the timing on growth and development. Pediat. Clin. N. Amer., V. 13, p. 353- 79, 1966.

14. GHOSE, L.l., BAGHDADY, V.S. Eruption time of permanent teeth in Iraq school children. Archs. oral Bio!., v. 26, p. 13- 15, 198 I.

15. HAGG, U. Maturation indicators and the puberal growth sport. Am. l. Orthod., v. 82, p. 299-309, 1982.

16. HALIKIS, S.E. The variability in eruption of permanent teeth and loss of deciduous teeth in Western Australian children. Austral. dento J., v. 6, p. 312-6, 1961.

17. HURME, V.O. Ranges of normaIcy in the eruption of permanent teeth. J. dento Child., V. 16, p. 11,1949.

18. KAUL, S., SAINI, S., SAXENA, B. Emergence of permanent teeth in school-children in Chandigardh, India. Arch. oral Bio!., v. 20, p. 587-93,1975.

19. KNOTT, V., MEREDITH, H.V. Statistics on eruption of the permanent dentition from serial data for North American white children. Angle Orthod., v. 36, p. 68-79, 1966.

20. LEE, M.M.C., LOW, W.D., CHANG, K.S.F. Eruption of the permanent dentition 01 Sounther Chinese children in Hon Kong. Archs. oral Biol. v. 10, p. 849-61,1965.

21. LO, R.T., MOYERS, R.E. Studies in the etiology and prevention of malocclusion. I - Thc sequence of the permanent dentition. AM. J. Orthod. v. 39, p. 460-7, 1953.

22. MARQUES, G.D., GUEDES-PINTO, A.C., ABRAMOWICZ, M. Estudo da cronologi;l de erupção dos dentes permanentes em crianças da cidade de S. Paulo. Rev. Fac. Odont. S. Paulo, v. 16, p. 177-86, 1978.

23. MASSON, 1.P. Permanent tooth emergence timing of Nothern Quebec caucassid children.

1. Canad. Dent. Ass., v. 46, p. 643-45, 1980.

24. MOREIRA, B.H.W., VIEIRA, S., TUMANG, A.l. Análise do número de dentes permanentes irrompidos em escolares de 7 a 13 anos de idade de ambos os sexos das raças branca e negra. Rev. bras. Odont., v. 30, p. 142-6, 1973.

25. MOYERS, R.E. Manual de ortodoncia. Trad. Samuel Leyt. 3 ed. México: Ed. Interamericana, 1960.

26. ORBAN, B. Histologia e embriologia oral. 3 ed. Rio de laneiro: Atheneu, 1955, p. 364.

27. SHOUR, I. ln Interlandi, S. Ortodontia. Bases para a iniciação 2 ed., São Paulo: Ed. Artes Médicas, 1980.

28. SCHOUR, 1., MASSLER, M. The development of the human dentition. J. Am. dento Ass., v. 28, p. 1153-60, 1941.

29. SILVA, E. 1. O. Cronologia e seqüência da erupção dos dentes permanentes. Um estudo em crianças brasileiras brancas da cidade do Recife. Recife: FESP, 1973. Tese (Mestrado) - Fac. Odont. Pernambuco (Fund. Ensino Sup. Pernambuco), 1973.

30. SINDIN, L. B. Cronologia de la erupción dentária. Ortodoncia, v. 38, p. 198-202, 1974.

31. SOUZA, O. M. Anatomia Topográfica. São Paulo: Rossolillo, 1961.

32. SOUZA-FREITAS, 1. A. Estudo antropométrico, dentário e ósseo de brasileiros de 13 a 18 anos de idade, da região de Bauru. Bauro: USP, 1975, Tese (Livre - Docência) - Fac. Odont. Bauro, Universidade de São Paulo, 1975.

33. TANNER, 1.M. Growth atadolescence. 2 ed., Oxford: BlackwelI, 1962.

34. TOLEDO, O.A. Aspectos da cronologia da erupção dos dentes permanentes. Considerações sobre o efeito da urbanização nas alterações da cronologia eruptiva. Rev. Fac. Odont. Araçatuba, \(.1, p. 47-64,1964.

35. TOLEDO, O.A., BENINTENDI, R.P. Influência endócrina na erupção dentária (relato de um caso). Rev. bras. Odont., v. 17, p. 106-9, 1959.
588017597f8c9d0a098b46a8 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections