Revista de Odontologia da UNESP
http://revodontolunesp.com.br/article/588019bf7f8c9d0a098b5302
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Imagens tomográficas e radiográficas de forma incomum de cisto de retenção mucoso no seio maxilar direito

Carvalho, A.A.F.; Vieira, J. B.; Oliveira, L. Q. C.

Downloads: 0
Views: 387

Resumo

Cistos dos seios paranasais geralmente não produzem destruição óssea, aparecem em exames rotineiros de imagem, frequentemente assintomáticos, relacionados ou não com alergia/infecção. Imagens de cisto mucoso do seio maxilar tem forma claramente definida, massa uniforme, homogênea, radiopaca, com forma de cúpula no assoalho, contrastando com o aspecto radiolúcido aerado sinusal típico. A maior parte das ocorrências é no sexo masculino, entre 20-30 anos, no lado direito. O caso clínico foi observado em radiografia panorâmica de rotina feita em 23.10.2012 na Fac. Odontologia de Araçatuba-UNESP, em mulher, 48 anos, assintomática. Na radiografia panorâmica observamos área radiopaca arredondada, volumosa, ocupando a grande parte do seio maxilar direito, aderida ao assoalho orbital. Imagem tomográfica de feixe cônico realizada em 30.10.2012 mostrou essa massa aderida ao assoalho orbital direito, bem como à parede anterior do seio maxilar sem contato com seu assoalho. No corte coronal tocava a parede lateral da fossa nasal. Em 30.11.2012, o otorrinolaringologista diagnosticou cisto maxilar, sem sinusite com desvio de septo nasal à direita, e sugeriu acompanhamento. Em outra panorâmica, bem como em outra tomografia, feitas em 12.02.2014 não observamos alteração no aspecto já descrito. Imagens de massas radiopacas de grande tamanho, localização não usual, ocupando a maior parte do seio maxilar devem ser examinadas com atenção, em mais de uma técnica de imagem e sempre com auxílio médico.

Palavras-chave

Radiolagia, cistos, diagnóstico
588019bf7f8c9d0a098b5302 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections