Revista de Odontologia da UNESP
ISSN 1807-2577 (Eletrônico)
Resumo de Congresso

Fototerapia em ardência lingual tardia

Abrão, A. G. S.; Manieri, S. S. S.; Ferraudo, T. M.; Oliveira Jr, O. B.; Lizarelli, R. F. Z.

Resumo

Paciente S. S., 49 anos, sexo feminino, casada, do lar, apresentou-se ao atendimento da Clínica de Fototerapia do Curso de Habilitação em Terapias Complementares - Laserterapia da Escola de Aperfeiçoamento Profissional da APCD - Regional de Ribeirao Preto, referindo ardência na borda laterial direita da língua. A mesma havia realizado tratamento de câncer oral há 4 anos, com remoção de lesões leucoplásicas das laterais da língua. No exame clínico notou-se cicatrizes ao longo da remoção cirúrgica das lesões e aspecto geral normal. O tratamento consistiu na irradiação da base lateral da língua direita, puntualmente, com 2 cm de distância entre os pontos, com laser vermelho (630 nm), densidade de potência de 40 mW, dose de 120 J/cm2,densidade de energia de 3,3 J, por 1,27 s, e laser infravermelho (808 nm), densidade de potência de 100mW, dose de 120J/cm2, densidade de energia de 3,3 J, por 33 s. Realizou-se, até o momento, 3 sessões de fototerapia e a paciente relatou alivio imediato e diminuição da ardência. A fototerapia é um tratamento não invasivo e não medicamentoso, com efeitos locais e sistêmicos, como a ativação da microcirculação, produção de novos capilares, efeitos antiinflamatórios e analgésicos, estimulação de crescimento e regeneração celular, tornando-se uma opção para o tratamento tardio de tecidos em regeneração.

Palavras-chave

Laser; analgesia; ardência.
588019497f8c9d0a098b509d rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections