Revista de Odontologia da UNESP
ISSN 1807-2577 (Eletrônico)
Resumo de Congresso

Avaliação da resposta tecidual da pasta tri-antibiótica usada em regeneração pulpar

Oliveira, C. B.; Duarte, P. C. T.; Watanabe, S.; Cintra, L. T. A.; Eloi, Dezan junior; Gomes-filho, J. E.

Resumo

A pasta tri-antibiótica tem sido utilizada como parte de uma estratégia regenerativa para o tratamento endodôntico de dentes imaturos com lesão periapical. O objetivo foi avaliar a resposta tecidual a tubos de polietileno (TPE) contendo pasta tri-antibiótica (TAP) composta por ciprofloxacina, minociclina e metronidazol tendo como veículos Macrogol (MG) e Propilenoglicol (PG), empregada na desinfecção de canal, ou pasta de Ca(OH)2 (CHP) em tecido subcutâneo de ratos. Sessenta animais foram divididos em 2 grupos: Grupo 1 (G1): TAP, CHP ou tubo vazio (TV); Grupo 2 (G2): MG, PG e Sham. Aos 7, 15, 30, 60 e 90 dias 12 animais foram sacrificados e tiveram os TPE juntamente com o tecido que o circunda removidos, incluídos em glicol metacrilato e corados em HE. O critério de avaliação utilizado foi 0: nenhuma ou poucas células (C) e nenhuma reação inflamatória (RI); 1: menos de 25 C e RI leve (RIL); 2: entre 25 e 125 C e RI moderada (RIM); 3: 125 ou mais C e severa RI. A cápsula fibrosa foi considerada fina quando < 150 µm e espessa quando > 150 µm. A necrose foi registrada como presente ou ausente. Os dados obtidos foram analisados pelo teste Kruskal Wallis. O G1 apresentou RIL após 30, 60 e 90 dias e RIM aos 7 e 15 dias. O G2 apresentou RIL nos cinco períodos. A TAP e seus veículos apresentaram biocompatibilidade semelhante à CHP.

Palavras-chave

Biocompatibilidade; hidróxido de cálcio; pasta tri-antibiótica.
5880193c7f8c9d0a098b5052 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections