Revista de Odontologia da UNESP
http://revodontolunesp.com.br/article/588018897f8c9d0a098b4cbb
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

Utilização de serviços odontológicos e necessidades de tratamento de crianças de 5 a 12 anos, na cidade de Recife, Pernambuco

Use of dental services and treatment needs of 5-to-12-year-old children in the city of Recife, Pernambuco, Brazil

Massoni, A.C.L.T.; Vasconcelos, F.M.N.; Katz, C.R.T.; Rosenblatt, A.

Resumo

Este estudo objetivou conhecer a utilização de serviços odontológicos e as necessidades de tratamento de crianças de 5 a 12 anos, na cidade de Recife, Pernambuco, Brasil. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, realizado com uma amostra de conveniência de 970 crianças, residentes na região metropolitana de Recife, com idades entre 5 e 12 anos, que visitaram o Horto Municipal Zoobotânico de Recife, durante o feriado nacional do Dia das Crianças, no ano de 2006. Considerou-se como necessidade de tratamento restaurador, a presença de cavidades cariosas clinicamente visíveis e/ou fraturas dentais; e, como necessidade de tratamento ortodôntico, a presença de mordida aberta anterior e/ou mordida cruzada posterior. Os pais ou responsáveis foram questionados acerca da visita das crianças ao dentista, dos motivos relacionados às visitas e do tipo de serviço procurado. A maioria das crianças (77,9%) já havia visitado o dentista, principalmente no serviço público (64%); porém, grande parte delas ainda necessitava de algum tipo de tratamento odontológico (63%), seja restaurador (46%), seja ortodôntico (32%). Os resultados chamaram a atenção para a realização de futuros estudos relativos à acessibilidade e à resolutividade dos serviços odontológicos da cidade de Recife - PE.

Palavras-chave

Saúde bucal, epidemiologia, serviços de saúde, criança.

Abstract

This study aimed to analyze the use of dental services and treatment needs of 5-to-12-year-old children in the city of Recife, Pernambuco, Brazil. An exploratory, descriptive study was carried out on a convenience sample of 970 children aged 5 to 12 years, residents of the city of Recife, who visited the Municipal Zoological and Botanical Park on the Children’s Day national holiday in 2006. The presence of clinically visible cavities and/or dental fractures was considered as a need for restorative treatment. The presence of anterior open bite and/or posterior crossbite was considered as a need for orthodontic treatment. Parents or guardians were asked about the children’s visits to the dentist, reasons for the visits and type of service sought. The majority of children (77.9%) had been to the dentist, mainly at a public healthcare service (64%), but a large portion still required some type of dental treatment (63%), whether restorative (46%) or orthodontic (32%). The results indicate a need for further studies on the accessibility and resolutional power of dental services in the city of Recife - PE.

Keywords

Oral health, epidemiology, health services, child

References



1. Kramer PF, Ardenghi TM, Ferreira S, Fischer LA, Cardoso L, Feldens CA. Utilização de serviços odontológicos por crianças de 0 a 5 anos de idade no Município de Canela, Rio Grande do Sul, Brasil. Cad Saúde Pública. 2008;24(1):150-6.

2. Barros AJD, Bertoldi AD. Desigualdades na utilização e no acesso a serviços odontológicos: uma avaliação em nível nacional. Ciência & Saúde Coletiva. 2002;7:709-17.

3. Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, 2003 [citado 2008 Mar 29]. Disponível em: http://www.ibge. gov.br/home/estatistica/populacao /trabalhoerendimento/ pnad2003/comentarios2003.pdf

4. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Projeto SB Brasil 2003: condições de saúde bucal da população brasileira 2002-2003: resultados principais / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2004.

5. National Institute of Dental and Craniofacial Research. Healthy People 2010. Conference edition. Washington, DC: US Dept of Health and Human Services; January 2000 [citado 2008 Fev 16]. Disponível em: http://www. nidcr.nih.gov/AboutNIDCR/SurgeonGeneral/

6. Vargas CM, Ronzio CR. Relationship between children’s dental needs and dental care utilization: United States, 1988-1994. Am J Public Health. 2002;92:1816-21.

7. Gillcrist JA, Brumley DE, Blackford JU. Community socioeconomic status and children’s dental health. J Am Dent Assoc. 2001;132:216-22.

8. Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Resultados da amostra do censo demográfico 2000 [citado 2008 Jan 03]. Disponível em: http://www.ibge. gov.br/home/

9. Schou L, Wight C. Does dental health education affect inequalities in dental health? Community Dent Health. 1994;11:97-100.

10. Travassos C, Martins M. Uma revisão sobre os conceitos de acesso e utilização de serviços de saúde. Cad Saúde Pública. 2004;20(Supl 2):S190-8.

11. Serra MC, Henriques C. Participação de cirurgiõesdentistas em empresas. Rev ABO Nac. 2000;8:80-5.

12. Freitas CHSM. Dilemas no exercício profissional da Odontologia: a autonomia em questão. Interface – Comunic Saúde Educ. 2007;11(21):25-38.

13. Martins MD, Araújo RGD, Veloso NF. Avaliação das necessidades de tratamento odontológico de crianças de baixa renda. JBP: J Bras Odontop Odontol Bebê. 1999;2:132-6.

14. Moysés SJ. Políticas de saúde e formação de recursos humanos em Odontologia. Revista da ABENO. 2003;4(1):30-7.

15. Oliveira CM. Má-oclusão no contexto da saúde pública. In: Bonecker M, Sheiham A, organizadores. Promovendo saúde bucal na infância e na adolescência. São Paulo: Editora Santos; 2004. p. 75-84.

16. Peres KG, Traebert ESA, Marcenes W. Diferenças entre autopercepção e critérios normativos na identificação das oclusopatias. Rev Saúde Pública. 2002;36:230-6.

17. Marques LS, Barbosa CC, Ramos-Jorge ML. Prevalência da maloclusão e necessidade de tratamento ortodôntico em escolares de 10 a 14 anos de idade em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil: enfoque psicossocial. Cad Saúde Pública. 2005;21:1099-106.
588018897f8c9d0a098b4cbb rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections