Revista de Odontologia da UNESP
http://revodontolunesp.com.br/article/588018457f8c9d0a098b4b4c
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

O tratamento odontológico: informações transmitidas aos pacientes e motivos de insatisfação

Dental treatment: information’s transmitted at patients and causes of dissatisfaction

Garbin, C.A.S.; Garbin, A.J.I.; Dossi, A.P.; Macedo, L.; Macedo, V.

Downloads: 3
Views: 460

Resumo

A boa comunicação profissional-paciente incluindo a transferência apropriada de informações acerca do tratamento e a adequação da expectativa do paciente aos resultados esperados é de suma importância para o êxito de qualquer trabalho. Este estudo teve como objetivos verificar o hábito dos cirurgiões-dentistas quanto à transmissão de informações aos pacientes e à ocorrência de insatisfação deles com o tratamento. Participaram, após consentirem, todos os cirurgiõesdentistas de Rio das Pedras-SP (n = 20). Foi aplicado um questionário especialmente elaborado para a pesquisa, contendo perguntas abertas relativas ao tema. Os dados foram distribuídos em três categorias – transmissão de informações; tipo de informação transmitida; e motivo de insatisfação do paciente com o tratamento – e analisados qualitativamente, pelo método da categorização. Os resultados demonstraram que alguns profissionais não transmitem informações aos pacientes ou só o fazem nos casos mais complexos (25%). Muitos atribuíram a insatisfação com o tratamento à desinformação (35%) e ao não atendimento às expectativas do paciente (30%). Conclui-se que os cirurgiões-dentistas pesquisados não possuem o hábito de transmissão de informações adequadas aos seus pacientes, tendo como conseqüência relatos de insatisfação por parte deles.

Palavras-chave

Relações dentista-paciente, documentação, ética odontológica

Abstract

The good professional-patient communication including the transmission of information about treatment and the adequacy of patient’s expectation to obtained results is of great importance for the success of any work. The aim of this study was to verify the habit of dental surgeon about transmission of information to patients and the occurrence of their dissatisfaction with the treatment. All dental surgeon (n = 20) of Rio das Pedras (Brazil) participated on this study, after consent. A questionnaire specially developed for this research was applied, with open questions related to the subject. Data were distributed into three categories – “transmission of information”, “type of information”, “reason for patient’ dissatisfaction” – and qualitatively analyzed, through Content Analysis technique. Results showed that some professionals don’t transmit information to their patients or they do it in complicated cases (25%). Many professionals reported that dissatisfaction with treatment had a relation with lack of information (35%) and the fact of not corresponding to patient’s expectations (30%). It is concluded that the enrolled dental surgeons don’t have the habit of transmitting adequate information to their patients and have as consequence the patient’s report of dissatisfaction.

Keywords

Dentist-patient relations, documentation, ethics dental

References



1. Graskemper JP. A new perspective on dental malpractice. J Am Dent Assoc. 2002;133:752-7.

2. Garbin CAS. A responsabilidade profissional do cirurgião-dentista, segundo a visão de advogados de Araçatuba-SP [tese livre-docência]. Araçatuba: Faculdade de Odontologia da UNESP; 2004.

3. Calvielli ITP. Responsabilidade profissional do cirurgião dentista. In: Silva Moacyr. Compêndio de odontologia legal. Rio de Janeiro: Medsi; 1997. p. 399-411.

4. Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2007.

5. Mori AT. Expectativas com relação aos resultados estéticos dos tratamentos odontológicos [tese mestrado]. São Paulo: Faculdade de Odontologia da USP; 2003.

6. Schouten BC, Eijkman MA, Hoogstraten J. Dentists’and patients’ communicative behavior and their satisfaction with the dental encounter. Community Dent Health. 2003; 20: 11-5.

7. Brasil. Lei 8078 de 11 de setembro de 1990. Código de Defesa do Consumidor. São Paulo: RT; 2002.

8. King J. Consent: the patient´s view a summary of finding from a study of patient´s perceptions of their consent to dental care. Br Dent J. 2001;191:36-40.

9. Majolo MS, Terra MS, Carillo VEB. Responsabilidade profissional, ética e o paciente em ortodontia. Ortodontia. 2000;33:74-85.

10. Martinez JAC, Yancari, DS, Mesa CAR. Estudio de implicaciones odontológico-legales en casos de responsabilidad professional. Univers Odont. 1997;16(33):39-43.

11. Silva M. Os dez mandamentos da documentação a ser realizada num consultório odontológico. Rev ABO Nac. 2000;8(1):42-4.

12. Pinzan A, Vargas Neto J, Janson GRP. O paciente ortodôntico quanto ao seu grau de informação e motivação, e suas expectativas acerca do tratamento. Ortodontia. 1997;30:40-4.

13. Avon SL. The roles and responsibilities of the dentist. J Can Dent Assoc. 2004;70:453-8.

14. Conselho Federal de Odontologia. Resolução CFO n° 42 de 20 de maio de 2003. Dispõe sobre o Código de Ética dos profissionais da Odontologia [acesso 2008 Fev 20]. Disponível em: http://www.cfo.org.br/download/pdf/ codigo_etica.pdf

15. Jerrold L. Informed consent and contributory negligence. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 2001;119: 85-7.

16. Jerrold L. Expanding the scope of the doctorpatient contract. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 2001;120:219-20.
588018457f8c9d0a098b4b4c rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections