Revista de Odontologia da UNESP
ISSN 1807-2577 (Eletrônico)
Resumo de Congresso

91 - Bactérias cromogênicas: revisão de literatura e casos clínicos

Rached, F.O.A.; Guimarães, M.S.; Josgrilberg, E.B.; Bassi, J.C.; Hebling, J.

Resumo

Pigmentações dentárias extrínsecas de coloração enegrecida são frequentemente relacionadas ao uso de medicamentos contendo ferro, de cariostáticos ou de tabaco. Entretanto, bactérias cromogênicas, como a da espécie Prevotella melaninogênica, têm sido relacionadas à pigmentação negra do biofilme dentário. Clinicamente, crianças portadoras de manchas negras resultantes da atividade desses microrganismos cromogênicos apresentam baixa prevalência de cárie. O pigmento responsável pela coloração negra é composto férrico insolúvel, formado pelo resultado da interação entre produtos bacterianos e saliva. Além do comprometimento estético, a remoção dessas manchas visa à manutenção da saúde bucal uma vez que essa espécie bacteriana apresenta expressiva atividade colagenolítica. Como são necessários métodos mecânicos como raspagem, ultra-som ou jato de bicarbonato para sua remoção, existe uma preocupação com o desgaste excessivo do esmalte dentário, já que há a tendência de recidiva. O objetivo deste trabalho será discutir, através de uma revisão de literatura e apresentação de casos clínicos, a etiologia, microbiota e remoção das manchas dentárias extrínsecas pretas causadas pela bactéria Prevotella melaninogênica.
588017c27f8c9d0a098b48bf rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections